Eu preciso estar na minha rotina

hoje faz um ano que a quarentena começou pra mim. um ano sem encostar em nenhum amigo, sem abraçar meu irmão. um ano sem nadar, sem entrar numa sala de aula. um ano com o grande enorme gigante privilégio de poder trabalhar de casa. não vou tentar dizer aqui o que foi esse ano porque esse ano nem acabou ainda e já foi coisa demais. alguns meses completamente sozinha no apartamento, outros muitos, até agora, apenas eu e o lucas nessa parceria bonita no meio do caos.

nem precisou fechar um ano pra eu despirocar real. priorizar atividades que traziam alguma sensação de segurança financeira e ver meu lado amoroso e criativo perdido na exaustão.

fechou um ano e a certeza de que eu preciso estar na minha rotina voltou. a saudade de fazer o que mais amo e de inventar o tempo todo projetos nos quais vejo sentido gritou lá de dentro "eeeeiiii tu não existe sem isso" e eu quero existir, mesmo no caos.

nem peço desculpas pelos projetos que prometi criar e não consegui tirar do papel. a tristeza e a ansiedade precisam de espaço também. mas aviso que agora os projetos vêm! lais jornalista, lais revisora, lais professora e lais aberta a embarcar em ideias por aí são um pacotinho que me faz sentir viva.

escrevi esse texto dias antes de postar. hoje acordei triste e pensei em não publicar. seria injusto comigo adiar o que é meu e manter o restante das obrigações em dia.

Jornalista e Professora e tudo isso é só uma pequena parte.

Jornalista e Professora e tudo isso é só uma pequena parte.